Publicações recentes

Não tá tudo bem, mas vai ficar


Ontem o programa de televisão Fantástico começou uma série que fala sobre depressão. A série iniciou contando a história de alguns artistas de sucesso que sofrem com esta doença, como Paula Fernandes. Alguns sintomas relatados pela cantora como tristeza, desânimo, incapacidade de sentir prazer, alteração de sono e de apetite, dificuldade de relacionamentos, dores, angústia, falta de vontade de sair da cama podem acompanhar e indicar a presença da doença.

Ninguém está livre de ficar muito triste, mas para a maioria a sensação de tristeza ou luto acaba melhorando. Depressão é uma alteração que distorce a forma de pensar e sentir. Não é frescura, preguiça ou falta de vontade. É um fardo pesado e invisível. Depressão é doença. Ainda existe o estigma, que deixa as pessoas isoladas do mundo, por não saberem o que é esta doença. O preconceito e a vergonha da própria pessoa em admitir que está doente acabam intensificando o isolamento e muitas vezes existe a crença que a pessoa tem que resolver tudo sozinha.


Mais de 300 milhões de pessoas em todo mundo, independente de raça, idade e nível social sofrem com depressão. Não tratar a doença é aumentar as chances de recaídas mais graves. É difícil, mas é possível vencer a depressão. O primeiro passo é entender que é preciso buscar ajuda. Mariana Rosa

Psicóloga Porto Alegre


Mariana Rosa da Silva (CRP 07/22953)

Psicóloga Porto Alegre

  • psicologa mariana rosa
  • psicologa mariana rosa