Publicações recentes

EXISTE UMA TAL DE ANSIEDADE POR AÍ…


A tal da ansiedade é silenciosa e esquisita: ele faz tremer as pernas, suar as mãos, falar demais, comer demais, correr demais, se preocupar demais! Às vezes ela faz tudo acontecer ao contrario: ela rouba a fome, a atitude, os pensamentos e até as palavras. Ela vem quando você não sabe o que vai acontecer e a função dela é dar aquela agitada para te preparar para agir em uma situação de perigo. Mas essa tal de ansiedade vem visitando muita gente fora de hora, INTENSAMENTE, sem dizer o motivo. E o pior, ela não está indo embora! A ansiedade aparece, às vezes, quando a pessoa é ainda criança e gera inquietação, falta de concentração, brigas na escola… A ansiedade aparece bastante na adolescência também: isolamento, raiva, baixa autoestima… Na maioria das vezes é nesta fase da vida que começam a surgir as crises de ansiedade. No adulto, a ansiedade aparece muitas vezes disfarçada como preocupações, nervosismo, insônia… Mas será que tudo isso é normal? Ansiedade, enquanto um sentimento que prepara uma pessoa para agir em uma situação de perigo ou que causa somente um desconforto em uma situação desconhecida, é algo completamente normal. Porém, não é desta ansiedade que estamos falando neste texto. Aqui estamos falando daquela ansiedade que impede quem a sente de conseguir ter uma vida normal. Estamos falando de um sentimento que gera tamanha dor psicológica que acaba por refletir em sintomas físicos. Ansiedade em excesso, quando não tratada, paralisa. Ansiedade pode gerar sintomas como tremedeira, falta de ar, dor no peito, dor de cabeça, enjoo, tontura… Crises de ansiedade estão entre as maiores causas das pessoas procurarem emergências médicas a noite, pois a sensação de quem tem uma crise é de que vai morrer. Ansiedade pode ser algo insuportável para aquele que sente, pois geralmente seus motivos são tão assustadores que vem desconectados das suas verdadeiras causas. Isto é, a pessoa sente, mas não sabe o motivo. E como se livrar dessa tal ansiedade?

Não existe uma forma para eliminar a ansiedade, mas é preciso tratá-la para que ela esteja em um nível saudável. Existem técnicas relacionadas à prática de exercícios físicos, respiração e meditação que auxiliam no seu controle, porém, é preciso ter coragem para olhar para dentro de si e se conectar com os próprios sentimentos. Na terapia se faz isso: com o auxílio do terapeuta é elaborado aquilo que é mais doloroso. Não existe mágica, olhar para dentro é difícil, cansativo e dói; mas não olhar geralmente faz doer mais ainda. Caso você tenha sentimentos de ansiedade que estejam te prejudicando de alguma forma, procure ajuda!

Estamos aqui por você.


Mariana Rosa da Silva (CRP 07/22953)

Psicóloga Porto Alegre

  • psicologa mariana rosa
  • psicologa mariana rosa